Início O cão de gadoManual de criaçãoA conservação do LoboVantagens do Cão de GadoOutros métodos de protecção

Noticias
Eventos
Divulgação
Bibliografia
Os nossos cães
Projectos
Legislação
Colaboradores
Apoios
Ligações
Contactos
Voltar à página do Grupo Lobo

Voltar ao Manual de criação

Como corrigir comportamentos inadequados?

É difícil generalizar como cada cão irá reagir a uma nova experiência. Cada situação deve ser avaliada pelo dono e resolvida de forma adequada. No entanto, deve agir-se imediatamente para evitar que os comportamentos inadequados sejam reforçados e se tornem mais difíceis de corrigir. Em muitos casos é suficiente gritar o nome do cão ou a palavra “Não” ou atirar alguma coisa na direcção do cão (tendo cuidado para não o atingir) para o distrair do que ele estava a fazer e parar o comportamento. Noutros casos pode implicar pequenas adaptações à forma como o cão está sendo criado. Deve-se ter em atenção que mesmo cães que se portaram bem anteriormente podem por vezes cometer erros em situações semelhantes.

Brincadeira excessiva

Quando um cachorro persegue excessivamente ou é agressivo com o gado é importante agir imediatamente para corrigir o comportamento. Agarrar e abanar o cachorro pelo cachaço gritando “Não” pode ser uma correcção eficaz. Para controlar a brincadeira excessiva pode colocar o cachorro com os animais adultos do rebanho que são menos tolerantes às brincadeiras do cão. Outra alternativa é separar o cão temporariamente do rebanho num compartimento junto do gado. Para confirmar que o comportamento parou deve colocar o cão com o gado, mas sob supervisão.

Primeira época de parição do gado

A curiosidade e o comportamento infantil típicos dos cachorros ou cães jovens podem ser prejudiciais para os cordeiros ou cabritos recém-nascidos, pelo que é preciso ter uma atenção especial nesta altura. Se surgirem problemas o cão deve ser separado durante a época de parição e mantido com animais que não estão a parir.

Perseguição a espécies de caça

Alguns cães podem perseguir espécies de caça (coelhos, perdizes, javalis). Este comportamento deve ser desencorajado se a perseguição continuar durante uma grande distância uma vez que é ilegal e afasta o cão do rebanho que deve proteger. O cão deve ser corrigido e chamado ou trazido de volta para o rebanho.

Agressão a gado e pessoas estranhos

Alguns cães podem perseguir ou ser mais agressivos para gado estranho ou pessoas que se aproximam do rebanho. Este comportamento deve ser corrigido imediatamente, chamando o cão ou interrompendo o seu comportamento e se necessário repreender o cão. Em situações que podem conduzir a este comportamento, como atravessar uma localidade, os cães podem ser mantidos perto do pastor, presos numa trela ou mesmo açaimados.

Deixar o rebanho e vadiar

Se a socialização com o gado foi bem feita o cão irá preferir ficar perto do rebanho. Na pastagem o cão pode explorar a área envolvente, mas deve regressar para o rebanho passado pouco tempo. Se não regressar deve ser chamado ou trazido de volta e encorajado a permanecer com o rebanho. Também pode ser “perseguido” de volta para o rebanho sempre que se afasta muito. Uma ordem apropriada (“Fica” ou “Para o Gado”) pode ser dada sempre que o cão deve ficar na pastagem ou quando está a ser mandado para o rebanho. Este procedimento deve ser repetido quantas vezes foram necessárias. Se tal não funcionar o cão pode ser acorrentado numa área da pastagem perto do rebanho (com água e comida) durante alguns períodos, até se habituar a permanecer com o rebanho. Em alguns casos esterilizar o cão pode ser uma solução porque pode reduzir o comportamento de vadiagem nos machos e nas fêmeas. A esterilização não altera significativamente a eficácia dos cães.