Início O cão de gadoManual de criaçãoA conservação do LoboVantagens do Cão de GadoOutros métodos de protecção

Noticias
Eventos
Divulgação
Bibliografia
Os nossos cães
Projectos
Legislação
Colaboradores
Apoios
Ligações
Contactos
Voltar à página do Grupo Lobo

Origem | Função | Comportamento | Morfologia | Raças | Eficácia

Função

Os cães de gado trabalham independentemente do pastor, acompanhando o gado nas suas deslocações e mantendo-se permanentemente na sua proximidade, mas sem perturbar a sua actividade.

Ao contrário do cão de gado, o cão de condução ou cão de virar ou cão pastor, como também é conhecido, obedece às ordens do pastor, que ajuda a reagrupar e conduzir o gado de um local para outro, perseguindo ou ladrando aos animais. Os cães de condução trabalham de acordo com as indicações do pastor não sendo, geralmente, deixados sozinhos com o gado. São geralmente cães de pequeno a médio porte e, portanto, muito ágeis. Os dois tipos de cães têm funções muito diferentes e podem ser utilizados em conjunto no mesmo rebanho.

Em virtude do desinteresse pela pastorícia, durante as últimas décadas assistiu-se à diminuição da utilização dos cães de gado, o que levou à quase extinção de muitas das raças. Mais recentemente, verificou-se um aumento do interesse pelas raças caninas nacionais que se traduziu numa maior procura destes cães para companhia.

No entanto, esta situação pode trazer alguns problemas, pois a selecção exercida sobre animais destinados à protecção de rebanhos é diferente da imposta a animais destinados a companhia. Estes são seleccionados com base em padrões morfológicos e comportamentais geralmente diferentes dos requeridos para animais de trabalho, havendo o risco de se perderem padrões comportamentais importantes que estiveram na origem das raças de cães de gado (Willis, 1995).