Início O cão de gadoManual de criaçãoA conservação do LoboVantagens do Cão de GadoOutros métodos de protecção

Noticias
Eventos
Divulgação
Bibliografia
Os nossos cães
Projectos
Legislação
Colaboradores
Apoios
Ligações
Contactos
Voltar à página do Grupo Lobo

Presença do pastor | Confinamento | Maneio do gado |
Chocalhos e coleiras para o gado | Cordas e bandeiras | Espantalhos | Vedações eléctricas | Sons | Luzes | Burros

Cordas e bandeiras

As cordas e bandeiras eram utilizadas há poucas décadas atrás em algumas das regiões mais quentes do País, como Mogadouro, Castelo Branco e Alentejo, onde o gado era tradicionalmente confinado em bardos. Consistia na colocação de uma corda esticada em torno do bardo, a cerca de 50cm de altura e a 1-2m de distância. A corda podia também ser colocada por cima das cancelas do bardo, a uma altura de cerca de 50cm. Nas cordas eram, por vezes, penduradas peças de roupa velha ou pedaços de tecido/plástico (bandeiras) a intervalos de 1m. Embora no nosso país este método já não seja utilizado, ainda é possível observar a utilização de cordas em algumas regiões fronteiriças de Espanha, como Zamora (Javier Talegón, com.pess.).

As bandeiras (ou fladry) eram também utilizadas na Polónia para confinar os lobos durante as batidas realizadas a este predador. Actualmente, este método está a ser reutilizado em acções de conservação do lobo. Após a realização de estudos em cativeiro que demonstraram a sua eficácia (pelo menos temporariamente), as bandeiras começaram a ser utilizadas em diversos países da Europa e América do Norte, para proteger manadas e rebanhos mantidos em pastagens vedadas.

Corda ou "lia" (Espanha, 2003) (Autor: Javier Talegón)

Fladry (Canadá, 2003) (Autor: Marco Musiani)